Amo Casamentos

Crise no casamento tem solução? Veja o que fazer

Crise no casamento

Todos aqueles que estão comprometidos em um matrimônio são passíveis de, em algum momento de sua jornada conjunta, passar por uma crise no casamento. É importante frisar, acima de tudo, que isso não precisa ser o fim do mundo – ou da união.

Afinal, os casamentos são suscetíveis a sofrerem danos colaterais. De fato, nessas circunstâncias, é como se o casamento ficasse com a “imunidade baixa”. Isto é, ele está mais vulnerável a adoecer e enfrentar alguns sintomas desagradáveis.

É de suma importância, nesses momentos, agir com sabedoria e resiliência. Sem dúvida, isso não precisa significar, necessariamente, um divórcio eminente. Essa é uma medida drástica, que não pode ser tomada antes que ponderações sejam feitas, bem como iniciativas sejam tomadas para reverter a situação.

Enfrentar uma crise no casamento não significa que essa união é ruim ou fadada ao fracasso. Esse é um pensamento equivocado. Sem dúvida, muitos bons casamentos entram em crise por uma série de razões. Muitos desses, com algum empenho cooperativo, voltam a se tornar saudáveis ​​e prósperos mais uma vez.

Como salvar uma crise no casamento?

Sem dúvida, salvar uma crise no casamento exige uma colaboração mútua, isto é, com ações que partam de ambas as partes. Pense, por exemplo, em quando você começou a conquistar sua esposa ou marido. Essa etapa exigiu comprometimento, trabalho duro, imaginação e criatividade. Se conquistar o parceiro exigiu isso naquela época, por que seria diferente em uma reconquista?

Por que nos surpreende quando as circunstâncias ou as negligências criam problemas que exigem um novo investimento? Afinal, vocês não estariam casados se não houvesse investidas lá no princípio da conquista. Isso significa que vocês detêm essa capacidade de reconquistar um ao outro.  Assim sendo, arriscar tudo agora não seria desperdiçar esse potencial?

Se você está passando por uma fase ruim no casamento, nós separamos algumas estratégias que podem ajudá-lo a recuperar o equilíbrio matrimonial e reacender a chama. Confira abaixo nossas dicas para solucionar a crise no casamento!

Cerque-se de pessoas em relacionamentos saudáveis

Alguns desses padrões negativos pode ser influência de um núcleo disfuncional. Muitos casais em relações ruins acabam pesando o clima com um astral ruim e uma aura pessimista. Assim, cerque-se de casais inspiradores, que valorizam os votos de casamento e que incentivam o seu a funcionar.

Crise no casamento

Escolha amar

O amor é tanto uma escolha quanto uma emoção. O amor pode sido fácil quando era novo, ou seja, quando era uma emoção. Mas mantê-lo é uma escolha, e uma escolha é um ato de maturidade. Escolha viver um amor maduro e sólido.

Às vezes, dê prioridade à felicidade do seu cônjuge

A autorrealização e individualidade são, sem dúvida, de extrema importância. Mas estar em uma relação significa, em alguns momentos, ceder. Priorizar a felicidade do seu parceiro, em algumas ocasiões, pode significar uma felicidade dupla para você – a dele e, por efeito, a sua. Colocar o cônjuge em primeiro lugar nutre confiança, gratidão, generosidade e carinho.

Comece do zero

Convide seu parceiro para sair e flerte como se fosse a primeira vez. Ou seja, lembre-se do porquê vocês saíram pela primeira vez e construa uma ocasião romântica a partir daí. Quando foi a última vez que você conversou por horas, deu as mãos durante um filme ou lhe roubou um beijo quando ele/a não estava esperando?

Mantenha o romance aceso nos pequenos gestos. Se não lhe apetecer em um primeiro instante, faça assim mesmo – então você se lembrará do porquê costumava ser espontâneo.

Pare de tomar um ao outro como garantido

Diga “obrigado” por aquele favor do dia a dia, como uma refeição preparada ou uma simples xícara de café. Celebre as datas de aniversário de namoro, casamento e dia dos namorados. Diga ao seu parceiro o quanto isso significa para você os pequenos gestos do dia a dia.

Elogie sua aparência, convide seu cônjuge para ir ao cinema, ou simplesmente dar um passeio de carro pela cidade, relembrando os lugares por onde já viveram bons momentos. Em suma, preste atenção nas pequenas coisas e aja como alguém que valoriza o relacionamento.

Obtenha aconselhamento

Terapia de casal é uma boa iniciar para mediar o casal de modo especializado e imparcial. Além disso, é mais barato que um divórcio. A maioria das terapias de casal envolve apenas algumas sessões para que a comunicação flua novamente. Não tenha vergonha ou relutâncias bobas. Vocês sairão de lá se sentindo mais unidos e leves, sem dúvida.

Mude os padrões

Você sempre volta para casa com estressado com o trabalho? Então, antes de entrar e casa, pare o carro a um quarteirão de distância. Ouça uma música relaxante, faça um exercício de respiração, uma oração em voz baixa. Em suma, qualquer intervenção que possa acalmá-lo. Busque criar um ambiente de leveza e boa convivência.

Mude aqueles padrões indesejáveis Se seu parceiro já expressou que algo o incomoda, então procure não repetir. O orgulho nunca foi um bom conselheiro. Seja empático e maduro, pregue pela paz e pela harmonia matrimonial. É como aquela piada em que o paciente diz “doutor, dói quando faço isso”, e o médico responde “bem, então não faça mais isso”.

Crise no casamento

Perdoe

Às vezes, a crise no casamento é resultado de feridas não cicatrizadas. Isto é, ações de nossos cônjuges que nos causaram alguma mágoa no passado. Por exemplo, uma infidelidade, uma má administração financeira ou palavras trocadas no calor da raiva. Mas, para salvar a crise no casamento, os cônjuges devem estar dispostos a perdoar.

Isso não significa que você não aprenderá uma lição e fará alterações comportamentais para que o problema não volte a ocorrer. No entanto, isso significa que você renuncia ao seu direito de permanecer irritado ou de culpar seu parceiro pelo erro pelo resto de suas vidas conjuntas. Como qualquer “faxina”, isso é muito mais eficaz quando feito em equipe, retirando de suas casas aquilo que está estragado, não serve mais ou apenas atrapalha.

Mantenha-se otimista

Qualquer que seja a razão para a crise no casamento, é sensato ter em mente que  – embora possa parecer impossível nesse momento -, como todas as coisas, ela também passará. Portanto, viva um dia de cada vez, dando um ao outro incentivo extra. Exercite dentro de si a paciência, a perseverança e a sabedoria.