Amo Casamentos

Superstições de casamento: conheça as mais populares

Superstições de casamento

Superstições de casamento são tão rotineiras quanto em passagens de ano, finais de campeonato de futebol ou inaugurações de espaços comerciais. Fazem parte da cultura popular e normalmente têm origem religiosa ou comercial.

As superstições de casamento estão relacionadas ao desejo natural das pessoas de que tudo transcorra bem não só durante o evento, mas ao longo da vida do casal. Desejam, naturalmente, que o pós-cerimônia seja harmonioso, longevo e próspero em felicidades. São simpatias que buscam atrair energias positivas e afastar as más vibrações que podem prejudicar a harmonia da festa.

Claro que sempre cabe discussão quanto à eficácia desses métodos, mas eficazes ou não, o fato é que muitas pessoas se sentem psicologicamente reconfortadas com essas práticas e se servem para ajudar a noiva ou noivo se sentirem melhor nesse grande dia, então, por que não?

Se a ansiedade e temores estão explodindo dentro de si por causa da cerimônia e por isso busca toda sorte de informações para tentar evitar possíveis ameaças ou apenas está movido por doce curiosidade, veio para o lugar certo.

Neste post vamos listar as principais superstições de casamento e o significado delas.

Saiba mais sobre as superstições de casamento prosseguindo com a leitura dos tópicos abaixo.

Confira!

Superstições de casamento: vestido de noiva

Vamos começar com os mais famosos. Já deve ter ouvido falar na história do noivo não poder ver a noiva com o vestido antes da cerimônia porque isso dá azar.

Mas de onde surgiu esse papo? É uma tradição bem antiga e surgiu de uma artimanha dos pais dos noivos que queriam evitar desistências depois de acertado o acordo de casamento.

Antigamente a união de casais ocorria como uma negociação entre famílias. Acertavam o dote de cada um, as obrigações e se os pais dos noivos ficassem satisfeitos, os filhos casavam sem ter direito a opinar sobre a escolha do parceiro. O casal nem sequer se via antes da cerimônia e uma das razões era justamente essa, de evitar complicações, resistências depois de tudo apalavrado.

Mas para não dá tão na vista os temores dos pais, um gaiato certamente inventou essa conversa de que ver a noiva antes do casamento dá azar.

Hoje, já não tem o menor cabimento que os noivos não se vejam antes do casamento. O que restou dessa tradição é o de não ver a noiva com o vestido antes da cerimônia.

Outra das superstições de casamento relacionadas ao vestido de noiva é o véu. Na verdade, muitos pensam que se tratam de superstição, mas não é bem assim.

A estória é curiosa.

Em algumas culturas, a noiva permanece com o véu durante toda a cerimônia. Isso faz com que os judeus, por exemplo, tenham o hábito de levantar o véu da noiva logo no começo da cerimônia. Alguns pensam que se trata de uma superstição, mas é só precaução mesmo: querem se certificar que se tratam da mulher que escolheram para passar o resto de seus dias.

Superstições de casamento

Algo novo, velho, algo emprestado e algo azul

Seguindo com as superstições de casamento, a noiva deve usar todos esses objetos listados no subtítulo. Podem ficar a mostra ou não. E qual o sentido de carregar essas coisas? Isso vem de um costume que data da idade média.

Acreditava-se que carregar algo novo na cerimônia simbolizava o começo de um novo ciclo. O objeto velho, uma relação com a vida da noiva antes do casamento com o que será após a data especial. O objeto emprestado simbolizava a união e confiança de uma amizade. Já o algo azul se explica porque a cor representaria a fidelidade dos noivos.

Superstições de casamento: durante a cerimônia

Algumas superstições de casamento durante a cerimônia. Uma delas é começar a caminhada com o altar com o pé direito. Essa tradição vem do dito “tudo que começa bem, termina bem”.

A noiva deve ter cuidado, segundo as superstições de casamento, de não tropeçar ou cair durante a caminhada final da solteirice. Isso é sinal de mau agouro.

Damas de honra e pajens são requisitadas porque segundo as crenças antigas, as crianças, em razão da pureza que lhes são naturais, afastam o os maus espíritos. Damas de honra adultas seriam um ardil para confundir esses espíritos sobre quem é a noiva. (Mas há de convir que esses espíritos têm que andar muito mal informados para se confundir. Quem não sabe que a noiva é a última entrar?!).

A aliança de casamento deve ser colocada no dedo anelar da mão esquerda. Essa é uma tradição que remonta a Roma antiga. Os romanos tinham a crença que nesse dedo passava uma veia que estava ligada diretamente ao coração (vena amoris).

A chuva de arroz ou pétalas é jogada nos noivos para representarem uma vida de fertilidade e prosperidade.

É tradição que os noivos partam o primeiro pedaço do bolo juntos. Esse ato significa o assegurar de uma vida de partilha e de união.

As famosas latinhas presas na traseira do carro dos recém-casados ou as buzinas incessantes durante o trajeto ao salão de festa é outra das superstições de casamento.

Acredita-se (ao menos os autores dessa mania) de que essa barulheira espanta os maus espíritos e a má sorte.

Superstições de casamento

O noivo

Deixamos o noivo por último, o que é irônico, pois segundo uma das superstições de casamento ele deve sempre chegar na igreja primeiro.(e não se esquecer do pé direito).

(Agora, porque os maus espíritos não dão muita bola para o noivo e só para a noiva é uma questão. Talvez porque roupa social de homem é tudo parecida e isso deve confundir tanto que os façam nem tentar rsrsrsr)

Outro detalhe que o cueca deve ficar atento é quanto ao alinhamento da gravata. Esta não pode estar torta, porque se tiver, é sinal de infidelidade.

Essa estória se origina quando antigamente alguns homens se encontravam com outras mulheres antes do casamento. Tais encontros deixavam a gravata torta, mas um chifre bem alinhado e polido na testa da noiva.

Gostou deste conteúdo sobre superstições de casamento? Então curta, compartilhe, avalie. Sei apoio é muito importante para nós. Leia mais de nosso conteúdo.