Amo Casamentos

Tradição de jogar o buquê de flores: significado e onde surgiu

Tradição de jogar o buquê de flores

Algumas questões em um casamento são sempre as mesmas. Ainda que o tempo passe e as culturas mudem, algumas coisas sempre permanecem as mesmas. Por exemplo, a tradição de jogar o buquê de flores persiste através dos tempos e das culturas diversas.

Assim, muito mais do que a burocracia do regime de bens de um casamento, essa tradição é mais festiva. Provavelmente você sabe seu significado, mas nada de sua origem, certo? Portanto, descubra hoje, de maneira bem detalhada, de onde que vem a tradição de jogar o buquê de flores.

Continue lendo para saber muito mais sobre essa tradição tão querida!

O que é a tradição de jogar o buquê de flores?

Caso você não saiba exatamente o que é a tradição de jogar o buquê de flores, pode descansar a mente que aqui se explica tudo. Dessa maneira, é aquele momento da cerimônia de casamento, já na festa e depois que os noivos disseram sim no altar. Depois de algumas tradições e de passar pela decoração photocall, por exemplo, os noivos costumam cumprimentar as pessoas e logo em seguida se inicia a festa.

Entre os convidados, começa-se a fazer algumas apostas sobre o buquê de flores e quem irá pegá-lo. Até o momento em que a noiva resolve anunciar que irá jogar o buquê e dar início a tradição. Desse modo, ela fica na frente de todas as convidadas mulheres e de costas joga o buquê de flores com o qual se casou.

A moça que pegar, será a próxima a casar. É por isso que a tradição de jogar o buquê de flores é tão comum e só pode ser realizada com as solteiras. Isto porque é um momento de união e esperança a respeito do futuro relacionamento dessa mulher.

Tradição de jogar o buquê de flores

É verdade essa tradição de jogar o buquê de flores?

Bom, assim como toda e qualquer tradição, há quem diga que não vale de nada jogar o buquê. No entanto, há sempre aquela moça que pegou o buquê em um casamento e foi a próxima do grupo de amigas a casar. Portanto, é bem relativo dizer o que é verdadeiro ou não em uma tradição.

Ainda mais porque mexe com uma energia que desconhecemos no mundo humano. Ou seja, é algo que não podemos controlar, mesmo pegando o buquê que foi lançado pela noiva. Dessa maneira, é uma tradição difícil de se qualificar. Quase que passa por superstição se não fosse a sua popularidade.

Pode perceber que em todo casamento, não importa a religião, existe essa tradição. Ela existe há tanto tempo e de modo tão comum, que já esquecemos a sua origem. Diferente, por exemplo, da noiva casar de branco ou com variações de branco, como o vestido pó de arroz. Sabemos, então, que é algo cristão e que foi estipulado para mostrar que a mulher casava de maneira pura.

Sem que tivesse se envolvido com ninguém na vida, casar de branco demonstra a virgindade, ingenuidade e submissão da mulher. Hoje, no entanto, seu significado foi subvertido e as pessoas utilizam o branco apenas porque é comum se casar com essa cor.

Qual a origem da tradição: entenda

Algumas tradições são tão antigas que nos esquecemos de sua origem quase que completamente. Mas, na verdade, nós temos pequenas noções do que podem significar ou de onde vieram, apenas esquecemos momentaneamente. Há ainda aquelas pessoas que tentam reviver tradições antigas em modo de respeito. Por exemplo, o casamento celta está crescendo e influenciando diversas noivas. Isto porque mistura uma questão mágica com algo rústico e dá um toque único no casamento de qualquer pessoa.

A tradição de jogar o buquê de flores se tornou tão comum em nossa cultura, que o elemento é essencial para o casamento. Logo, não basta mais escolher apenas vestido e sapato ou véu e penteado, mas o buquê como um todo. Existe todo um pensamento e significação nas flores escolhidas bem como o modo que elas combinam com o ambiente e o gosto da noiva.

Originalmente o costume veio da Europa e se espalhou pelo resto do mundo. Há duas formas de definir sua origem, sem que se saiba exatamente qual a correta. Porém, sabemos que as duas se referem a uma mesma mensagem e que é muito importante para que a tradição se mantenha.

Tradição de jogar o buquê de flores

As duas origens da tradição de jogar o buquê de flores

A primeira origem conhecida é da Idade Média sem a influência do cristianismo. Nesta percepção, as noivas utilizavam buquês com ervas e flores diversas para disfarçar o mau cheiro. Isto é pertinente considerando que naquela época o banho era algo raro e o cheiro ruim era comum em todas as pessoas. Também é por isso que algumas noivas casam com leques, já que não se escovava os dentes tampouco. As flores representavam sempre a sorte daquela noiva e eram um talismã na época.

A segunda origem também é da Idade Média, mas com influência do cristianismo. Diferente da ideia de se disfarçar um cheiro ruim, esse costume era feito através da prosperidade. A noiva entrava na Igreja sem nada e somente ao longo do percurso até o altar que recebia das convidadas flores diversas. Nessas flores, todas as mulheres desejavam prosperidade e felicidade para a noiva.

Qual o significado de tudo isso?

Ao longo do tempo, foi-se esquecendo essa ideia de compartilhar e desejar a prosperidade da noiva ou de disfarçar o mau cheiro. Hoje o buquê de flores representa uma peça do casamento e que é utilizada para que outra mulher se case.

Dessa maneira, considera-se que antes era um talismã e também uma maneira de compartilhar a felicidade. Então, jogar o buquê de flores só pode significar compartilhar a sorte da noiva. É exatamente por esse motivo que se acredita que aquela quem pega o buquê é a próxima a se casar. Isto porque se entende que ela recebeu a sorte da noiva através das flores escolhidas para esse dia tão especial.

A tradição de jogar o buquê de flores é muito comum no Brasil e quase todas as mulheres conhecem. Esta é uma tradição que se mantém por conta da sua mensagem de esperança. Além do mais, é o significado puro de compartilhar aquilo que se tem de melhor.