Amo Casamentos

Aliança de moeda: vantagens e desvantagens do modelo

Aliança de moeda

Uma opção que noivos do mundo inteiro estão recorrendo nos últimos tempos é a aliança de moeda.

Talvez não exista nada mais simbólico do que a união de um casal, de um casamento, do que a aliança. A tradição da aliança para simbolizar uma união é invenção grega que se valeu do formato esférico do artefato para representar a perenidade do amor do casal, pois é um círculo, que remete ao infinito, um circuito que se repete e por isso não se esgota.

Esses gregos são sempre inspirados, não?

A prática de simbolizar a união com alianças se popularizou e diversos materiais começaram a ser empregados para forjar a joia. Claro que quanto mais sofisticados, mais impressionam pela beleza ao ponto do poder aquisitivo do casal começar a ser medido apenas pela qualidade do material empregado. Mas beleza não é o único fator a se considerar na hora de escolher materiais.

Outro aspecto é a durabilidade e resistência. Afinal, de nada adianta comprar uma aliança exuberante se em 5 anos precisar fazer uma troca ou ela fragmentar no primeiro atrito de que for alvo.

Com um objeto usado para simbolizar a união do casal é no mínimo de bom tom que dure por bastante tempo e seja resistente como uma rocha. Do contrário, é um péssimo presságio, há de convir.

Material bonito e resistente, em especial no mundo moderno, significa uma coisa: bom gos… dinheiro! Grana, tutu, verdinha. Não é barato o que só torna a cerimônia como um todo ainda mais dispendiosa.

Aliança de moeda como opção

Como não está chovendo dinheiro na horta de ninguém e as pessoas estão se segurando mais nas suas loucuras, desejam casar, fazer uma cerimônia bonita, mas sem ostentação, começam a se procurar alternativas que atendam dois princípios:

  1. Mantenham o bom gosto, ou se aproxime da qualidade dos melhores materiais;
  2. Sejam mais econômicas para reduzir os gastos.

É nesse contexto que surge a aliança de moeda. Ela começou a ser produzida nos EUA e logo se espalhou pela Europa. Chegou por aqui fazendo o mesmo sucesso. Mas quais são as características dessa aliança de moeda? Quais são as vantagens e diferenças em relação às demais? Vale realmente a pena o investimento?

Tiramos todas essas dúvidas a respeito da aliança de moeda a seguir.

Prossiga na leitura!

Aliança de moeda

O que é aliança de moeda?

O nome já deixa a dica sobre o material desse tipo de aliança: moeda. Sim, é uma aliança feita de moeda, mas não uma moeda qualquer: moedas antigas.

Antigamente as moedas eram produzidas para durar bastante, assim como móveis em geral. Contudo, essa durabilidade não se mostrou produtiva para as casas de comércio que começaram a investir em materiais de “qualidade reduzida”. Com tal qualidade, os objetos passaram a durar menos e assim estimularam os consumidores a consumirem mais.

Por isso, a aliança de moeda é feita com moedas antigas, elas são mais resistentes do que as que são produzidas atualmente, que logo enferrujam, descascam, envelhecem, enfim, ficam um “ó”.

As vantagens da aliança de moeda

Fica claro com a explicação acima que uma das vantagens da aliança de moeda é a resistência do material. Para ter uma ideia, aliança de moeda tem a mesma durabilidade de alianças de ouro 18 K. Além disso, tem aspecto semelhante ao do material mais famoso.

Entretanto, como não se trata de ouro, não tem valor equivalente, ou seja, exigem menos do bolso do casal. Portanto, temos uma aliança parecida com as de ouro, com a mesma resistência e por um valor bem mais em conta.

Mas as vantagens não param aqui. A aliança de moeda é anatômica e por isso dificilmente provoca desconforto nas mãos, mesmo se utilizadas diariamente.

Para os que gostam de anéis com formato robusto, a aliança de moeda ainda terá mais essa vantagem, porque contam com formas bem grossas que costumam chamar atenção assim que avistadas.

As desvantagens da aliança de moeda

Mas como tudo na vida, nem tudo são flores. Há algumas desvantagens de se escolher aliança de moeda para selar matrimônio.

Uma delas é que com o passar do tempo vão surgindo pequenos arranhõezinhos. Porém isso é facilmente contornável fazendo um polimento.

Em comparação ao ouro, esse material oxida com mais frequência e facilidade. Isso significa que a aliança pode ficar com aspecto fosco, opaco ou vermelho.

Outra desvantagem é que se a pessoa tiver alta concentração de ácido úrico no organismo, a aliança de moeda pode deixar uma marca verde sob a pele do dedo anelar. Contudo, para se livrar desse problema, basta lavar o anel com água e sabão neutro diariamente.

Aliança de moeda

Como fazer esse tipo de aliança?

São usadas moedas que datam de 1920 a 1935 em razão da mencionada durabilidade do material. As moedas consideradas perfeitas para a produção da joia são a de 2 cruzeiros e de 1000 reis, ambas da década de 1920.

Esse trabalho é artesanal e consiste em perfurar a moeda e depois bater até que fique achatada nas laterais. Depois, precisa apenas poli-la e estará pronta. Necessita-se apenas de uma moeda para se fazer uma aliança.

Quanto ao valor de mercado da aliança de moeda irá depender muito do trabalho do artesão. Uma aliança de tungstênio custa algo em torno de 300 reais. Um par de alianças de moeda pode sair por volta de 150 reais.

Tipos de alianças

Já que citamos o tungstênio, podemos começar por ele. É muito requisitado porque é um dos materiais mais duráveis. Durável e resistente, é anti arranhões e corrosões e ainda tem a vantagem de ser hipoalérgico. Além disso, reluz mais do que o ouro.

Aliança de aço é uma alternativa aos que procuram por opções econômicas que não sejam as alianças de moeda. Ela também é durável, resistente a arranhões e antialérgica.

O titânio é outra opção e traz como vantagem a leveza, mas nem por isso é menos resistente. Dificilmente sofre arranhões e não oxida.

Gostou deste conteúdo sobre aliança de moeda? Então curta, compartilhe, avalie. Seu apoio e sua opinião são muito importantes para nós. Leia mais de nosso conteúdo.